Como está sua vida de oração?

Martyn Lloyd-Jones

Qual é o lugar da oração em sua vida? Que importância ela tem em nossas vidas? É uma pergunta que dirijo a todos. É necessário que alcance tanto o homem que é bem versado nas Escrituras, e que tem conhecimento de sua doutrina e sua teologia, quanto qualquer outra pessoa. Que papel a oração desempenha em nossas vidas e quão essencial ela é para nós? Não nos damos conta de que, sem ela, desfalecemos?

Nosso caráter definitivo como cristãos é testado pelo caráter da nossa vida de oração. Isso é mais importante do que conhecimento e entendimento. Não pensem que eu estou diminuindo a importância do conhecimento. Eu passei a maior parte da minha vida tentando mostrar a importância de se ter conhecimento e compreensão da verdade. Isso é de vital importância. Há apenas uma coisa que é mais importante: a oração. O teste definitivo da minha compreensão do ensino das Escrituras é a quantidade de tempo que eu gasto em oração. Como a teologia é, fundamentalmente, o conhecimento de Deus, quanto mais teologia eu compreendo, mais isso deveria me levar a buscar esse conhecimento. Não para saber a respeito de Deus, mas para conhecê-lo. O objetivo final da salvação é conduzir-me a um conhecimento de Deus. Eu posso falar com erudição sobre regeneração, mas o que é, afinal, a vida eterna? É "que te conheçam, o único Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo, a quem enviaste" [João 17.3]. Se todo o meu conhecimento não me leva à oração, há algo de errado em algum lugar. Isso é justamente o que se espera dele. O valor do conhecimento é que ele me dá uma compreensão do valor da oração, de modo que passo a dedicar tempo a ela e ter prazer nela. Se o meu conhecimento não produz esses resultados em minha vida, há algo de errado e espúrio nele, ou então eu estou lidando com ele de forma errada.